Tuesday, May 01, 2007

coisas boas. porque são precisas.

Chegou a minha estação favorita. Vem já demasiado quente, a desgramada. Os campos estão rubros de papoilas e eu amo essa visão. Pois, bem sei que a foto não é dos campos rubros, mas não me deu muito jeito tirar a fotografia correspondente enquanto curvava e contra-curvava os ditos campos.
Mas quem disse que eu não gosto de nada por estas bandas?
Eu? Ups. Ma dai, não é bem assim...
Gosto muito de não ver animais abandonados. Eles existem por aqui também, claro. Mas em menor escala. Incomparavelmente menor.
Os felinos versão portátil escapam mais facilmente da segurança responsável dos seus companheiros de duas patas. Por isso são os que acabo encontrando mais nas minhas passeatas.

Ah, a cedência de uns segundos para a pose. Que enfado...
A mestiçagem é linda :D

Faz-te à estrada, pá. O que é de mais enjoa.

9 comments:

quel said...

eu nunca vi uma papoula...nunca vi o chão rubro de papoulas...voce?e me mandaria uma(s) que você vê?

kanuthya said...

Aí não tem?
Fica prometido, só para ti :)
Mas tenho de me apressar, não duram muito. Acho maravilhoso o facto de não as podermos retirar da terra, morrem imediatamente. Mas há outras papoilas, as que fornecem escravizadas o vício, essas dão para plantar no jardim. Estas são do campo, infinitamente mais belas para mim.

quel said...

olha lá, eu vou cobrar!
o que te mando em troca? Sei que amas os animais, se eu pudesse ia ao estado da Amazônia e fotografava um boto cor-de-rosa. Só no rio Amazonas existem. E há uma lenda muito interessante sobre o boto...

Effe said...

raccontate la leggenda, allora

Ali la Loca said...

que gatinho mais lindo!!

CharlieBrown said...

questo gatto è splendido!!!!!
la leggenda la so anch'io ;-) il boto è una specie di delfino di fiume, che la notte - si dice - si trasformi in un bellissimo ragazzo che mette incinte le ragazze che si trovano sulla riva... forse si spiegano così i bambini "senza padre"... Triste il motivo reale, ma bella la leggenda :-/
fotografare i botos è abbastanza difficile, quel, ma sono splendidi a vedersi saltar fuori dalle acque :-)

kanuthya said...

Gato lindo mesmo :D Quer dizer, estou em crer que era uma gata :)
obrigada pela lembrança do boto cor-de-rosa, Quel, e grazie, Charlie Brown, per la leggenda promessa da Quel :D
creio que a tinha já escutado ou lido algures, soou familar :)

Effe said...

E’ online il secondo numero di Buràn.
Il viaggio è senza fine, perché non sappiamo dove termina la parola scritta: per questo è temibile

carolina said...

Gato (a) Lindo!!!