Friday, June 16, 2006

o tempo fora de tempo


um olhar
Originally uploaded by Kanuthya.


Tenho uma relação complicada com a linha temporal ordenada. Assim sendo, poderão encontrar neste espaço posts sobre o Natal escritos no calor de Agosto, reflexões redentoras pascoais publicadas em Dezembro, hino às arvores no dia 21 de Setembro, e homenagens a escrevinhadores que admiro com regularidade, mas certamente longínquas dos dias em que os escribas nasceram, partiram deste lado ou receberam uma qualquer distinção, vivos ou a título póstumo. As datas escapam-me, incluindo a do meu próprio aniversário. Só quem realmente me conhece pode acreditar piamente na afirmação anterior.
Há dias o mundo consumista lembrou-me que se aproxima (ou já passou?) o Dia do Pai. Somos tão atarefados e metidos connosco mesmos que instituimos dias para qualquer coisa, para tudo e mais alguma coisa, dias para não nos esquecermos de ser.
Na última data instituída liguei-te com atraso, mãe. Mas tu estás em cada gesto meu, no fluir de tinta que derramo em papel, no tempero que adiciono quando cozinho com amor, e no reflexo dos teus olhos enormes que o espelho me devolve todas as manhãs.

5 comments:

Quel said...

Na minha família não festejamos as datas instutuídas. Ainda bem, pois além de distraída sou um pouco avarenta.
E meu aniversário é 2 de janeiro, data afogada na ressaca do ano novo, portanto até eu esqueço!
Mas o que você disse à sua mãe é o que vale para todas as datas instituídas, até essa do aniversário da gente.

_+*A Elite in Paris*+_ said...

Querida,
eu tb tinha esquecido esta data, é dia do Pai em Portugal?? uiiii

Beijokas

kanuthya said...

Em Portugal acho que é dia 19 de Março. A questão é que no Carrefour vi cartazes - Fête Papa o_o fiquei confusa :)

Carolina said...

E ñ esqueça o dia do deficiente!!!
Nesse dia atravessamos a passadeira com o "ceguinho". Empurramos a cadeira de rodas do "paraliticozinho". Não contamos anedotas do "gagozinho".Sorrimos amigavelmente para o "anãozinho".
Nesse dia somos todos uns "queridinhos"!
BJS :)

Ali la Loca said...

Kanuthya -

Que maneira linda de expressar - sem data marcada nem presente caro - o que o "mundo consumista" tenta fazer com o dia do pai / dia das mães, etc. Adorei como você descrevei a presença da sua mãe na sua vida.

Levei um susto no domingo retrasado porque pensava que fosse dia dos pais nos EUA, onde está o meu Dad. Só que estava no meio de Botswana, sem nem poder mandar um SMS dizendo parabéns. Fiquei com aquela sensação de culpa, mas ao voltar para Maputo me dei conta que dia dos pais foi este domingo passado, não perdi o dia.

Desde que eu moro fora do meu país, o máximo que fazemos para comemorar esses dias é um telefonema (ou agora algo dedicado no blog!).

E só pra complicar...dia dos pais no Brasil é no meio de agosto!! Pelo menos podia ter um mesmo dia no mundo inteiro, não é?

beijos!